TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Imagem
 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, assinou ontem (21) uma resolução suspendendo as consequências legais para quem não votou nas eleições municipais de 2020 e não justificou ou pagou a multa. Entre suas justificativas, a medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas Eleições 2020, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade, obstáculos para realizarem a justificativa eleitoral”. O texto da resolução sobre o assunto considera ainda a “dificuldade de obtenção de documentação comprobatória do impedimento para votar no caso de ausência às urnas por sintomas da covid-19”. A norma não estipula prazo para a suspensão das sanções para quem não votou e não justificou ou pagou multa. A medida ficará vigente ao menos até que o plenário do TSE vote se aprova ou não a resolução assinada por Barroso. Isso não deve acontecer antes de fevereiro, devido ao rece

Professora de dança morta após show foi atingida por carro parado para ajudá-la.

Fatalidade. Uma professora de dança morreu após sofrer dois acidentes em cinco minutos. Alessandra Andrade, de 43 anos, pilotava uma moto, quando foi tocada por um carro, arremessada e atropelada em seguida. O acidente aconteceu no Km 62 da Rodovia Anchieta, que faz a ligação entre São Paulo e Baixada Santista, na madrugada do último sábado (02/12).

O motorista Alex Sandro Alves, de 38 anos, tentou socorrer a vítima, uma vez que, o outro veículo não parou para prestar socorro. Porém, um terceiro automóvel atingiu o carro dele, que acabou atropelando a professora novamente. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu. 

Alex concedeu entrevista ao portal de notícias "G1" e contou detalhes sobre o acidente. Ele disse que estava voltando para casa quando viu dois rapazes sinalizando o acidente. Alex Sandro desceu do carro para ajudar no socorro e deixou o próprio veículo parado próximo à vítima para preservá-la. Entretanto, um outro carro que passava não teve tempo para trocar de faixa ao ver a sinalização do acidente e colidiu na traseira do carro dele que, consequentemente, foi jogado para frente. "Ela foi parar embaixo do meu carro. Não sei como aconteceu. Parei para ajudar e acabei me envolvendo nessa história. É uma pena o que aconteceu com essa moça", lamentou o motorista.

— Continua depois da publicidade — 


Alessandra Andrade morava em Cubatão. Ela era professora de dança no SESI e estava voltando de um evento quando foi atingida pelos veículos. Amigos da vítima disseram que ela havia acabado de se apresentar em uma casa noturna da região após o show do cantor baiano Léo Santana. Na mesma noite, ela anunciou que a apresentação havia sido a última que faria e que pretendia se 'aposentar' dos palcos.

O caso é investigado pela Polícia Civil. O motorista Alex Sandro foi à Delegacia Sede de Santos na tarde desta segunda-feira (04/12) para fazer perícia no veículo acidentado. O motorista do primeiro veículo que atropelou Alessandra ainda não se apresentou à polícia mas, na hora do acidente, o para-choque do carro, com a placa de identificação, caiu na rodovia e já está com a equipe de investigação. Com informações do G1.

Ladrão leva criança para roubar apartamento na Zona Sul de SP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?