Surto de conjuntivite na América do Sul. Será?

Pessoal, circula pelo WhatsApp um texto alertando sobre um surto de conjuntivite na América do Sul. Será? Vamos por parte, realmente, algumas cidades brasileiras tem registrado um aumento de casos de conjuntivite nos últimos dias. Por exemplo, o município de Cianorte, no noroeste do Paraná. Para se ter ideia,  somente entre sábado (17/03) e domingo (18/03) foram atendidos 151 casos da doença em unidades de saúde, de acordo com informações do portal G1.

Como podemos ver até aqui, há realmente vários casos de conjuntivite e o ideal é tomar cuidado para evitar a doença. A melhor prevenção é a higiene das mãos com frequência,  não coçar os olhos, evitar aglomerações...

No entanto, temos que entender que, propositalmente, há um exagero na mensagem que circula pelo WhatsApp. Principalmente, quando usa a expressão "surto fortíssimo" e menciona "complicações graves". Além disso, não há nenhuma mensagem oficial sobre um surto de conjuntivite atingindo o continente. Logo, dizer que há um surto de conjuntivite na América do Sul não é verdade. Não se tratando de uma informação verdadeira, é boato.

É isso! Essa história de que há um surto de conjuntivite na América do Sul é falsa.

Conjuntivite

A doença ocular causa inflamação da conjuntiva e na esclera, uma membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular e a parte interna das pálpebras. Costuma afetar os dois olhos e, geralmente, dura entre 1 e 2 semanas. A conjuntivite pode ser caracterizada como aguda ou crônica.

A conjuntivite pode se alérgica, viral, bacteriana, fúngica, gonocócica e de inclusão. Olhos vermelhos; coceira; pálpebras inchadas; secreção purulenta; secreção esbranquiçada, no caso de conjuntivite viral; visão borrada; dor nos olhos ao olhar para lugares com claridade; sensação de areia nos olhos, são alguns sintomas da doença. Nestes casos, a orientação é procurar o oftalmologista. Com informações do site Minuto Saudável.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lojas Americanas deve pagar indenização por obrigar cliente a limpar urina do chão.

Vendedor é preso após filmar cliente no provador de uma loja de roupas.