MC G15 compra carro, apê e até dente de ouro.

Processado por fotógrafo, Caio Castro pode pagar R$100 mil de indenização.

Facebook do Momento Verdadeiro

sábado, 15 de outubro de 2016

Professor no Japão não se curva diante do Imperador?


É verdade que o professor no Japão não se curva diante do imperador? Quem conhece um pouco da cultura japonesa sabe o respeito que este povo tem pelo chefe da família imperial. O imperador é a mais alta autoridade da religião xintoísta e, juntamente com sua família, é tido como descendente direto da deusa Amaterasu, informa a enciclopédia livre 'Wikipédia'.

Circula pela web um texto, geralmente muito compartilhado no "Dia dos Professores", dizendo que "no Japão, o único profissional que não precisa se curvar diante do imperador é o professor, pois segundo os japoneses, numa terra em que não há professores, não pode haver imperadores". Apesar de ter sido muito compartilhado, está história não é verdadeira.


Segundo informações do blog "Japão, 25 anos depois", professor tem sim que se curvar perante o Imperador. De acordo com a publicação, "o professor é um cargo de muito respeito no Japão e sim, eles valorizam muito a educação, uma tradição desse povo espetacular que pude ver de muito perto. Agora, uma vez que se conhece como é o povo e como é sua veneração com o imperador, fica bem claro que ninguém que more naquela ilha pode se dar ao luxo (ou desrespeito) de não fazer 'odigui', que é o nome do característico cumprimento japonês/chinês, por mais importante que seja o professor, pois nada é mais importante que o imperador". Leia o texto completo neste link.

Manga com leite faz mal?

Fofão seria um trabalho de macumba?

Conclusão: está história de que o professor é o único profissional que não se curva diante do imperador no Japão é Boato.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.