Geisy Arruda gasta R$ 200 mil em tratamentos e mostra resultado posando de biquíni.

STF mantém Renan Calheiros na presidência do Senado.

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Boatos marcam disputa entre Crivella e Freixo pela prefeitura do Rio.


Além de uma disputa política, o candidato do PSOL, Marcelo Freixo, tem que superar uma série de boatos envolvendo seu nome durante o segundo turno na disputa pelo cargo de prefeito do Rio de Janeiro.

Recentemente desmentimos dois boatos envolvendo Freixo. O primeiro (leia aqui) diz que o candidato estaria defendendo bandidos. "Quando for assaltado, aceite, pois o bandido é vítima," a frase foi atribuída ao candidato do PSOL. O segundo diz que Freixo escolheu o deputado federal Jean Wyllys para ser secretário municipal de Educação, caso seja eleito (leia aqui).

Tem outros boatos contra Marcelo Freixo circulando pela web e nos aplicativos de mensagens. Um deles diz que a ex-presidente Dilma Rousseff será secretária de “finanças” de Freixo. Também circula no WhatsApp um áudio em que alguém imitando a voz de Freixo faz críticas aos taxistas, como informou o jornal O Globo.

"Gleisi Hoffmann promete: vou ESMAGAR Moro". Será?

Por outro lado, o candidato Marcelo Crivella também tem sido alvo de boatos que circulam pelas redes sociais, um deles diz que o candidato do PRB afirmou que  “os negros só gostam de cachaça, prostíbulo e macumba" - leia aqui - também tem um boato que diz que o bispo Edir Macedo, tio de Crivella, vai controlar a cidade do Rio de Janeiro. 


Diante de tantas informações falsas, é possível que os dois candidatos à prefeitura do Rio de Janeiro acionem a Justiça Eleitoral e a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI).

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.