Flamengo deve ou não renovar com Emerson Sheik?

Thiago Lacerda ganha indenização de R$329.000,00.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Jennifer Lawrence denuncia novamente o sexismo na indústria cinematográfica.


Foi através de um debate público realizado nesta terça-feira, 13, pela internet, que Jenniffer Lawrence denunciou, novamente, o sexismo na indústria cinematográfica norte-americana. Conforme noticiou a Agence France-Presse, a atriz criticou as desigualdades de salários entre homens e mulheres em Hollywood e disse que não tinha se atrevido a falar sobre o assunto antes porque temia ser taxada de 'difícil' por seus colegas. "Estou farta de tentar encontrar uma maneira 'adorável' de dizer o que penso e ao mesmo tempo ser levada a sério", escreveu na nova revista online da atriz Lena Dunham, referindo-se à irritação dos colegas homens quando ela toca no assunto.

Jenniffer Lawrence disse: "nenhum dos homens com os quais trabalhei se preocupa em ser chamado de 'difícil' ou parecer muito 'mimado'".

De acordo com informações divulgadas pela 'AFP', a paridade salarial entre homens e mulheres veio à tona no ano passado, quando o vazamento de dados do estúdio Sony Pictures Entertainment revelou que Jennifer Lawrence havia recebido muito menos que seus colegas homens em "Silver Linings Playbook" (2012).

Ainda segundo a agência de notícias internacional, a Califórnia já adotou uma lei, que está sendo considerada uma das mais progressistas dos Estados Unidos na matéria, que busca defender a igualdade salarial entre homens e mulheres - bastante aplaudida por Hollywood.

De acordo com a revista Forbes, o ator mais bem pago de Hollywood no ano passado, Robert Downey Jr., ganhou 80 milhões de dólares. Quase 28 milhões a mais do que a atriz mais bem paga, Lawrence, que recebeu 52 milhões.

Com informações da AFP e Forbes.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.