Cena do filme O Último Tango em Paris repercute na web.

Netflix anuncia 2ª temporada de Luke Cage

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Paul Walker foi responsável por sua morte, diz Porsche.


Famosos - Segundo noticiou o site Ego, dois meses após Meadow Walker, filha de Paul Walker, mover um processo de morte por negligência contra a Porsche, a empresa se pronunciou. Meadow, de 16 anos, entrou com a ação contra a companhia em setembro e agora a Porsche está dizendo que o ator foi responsável por sua própria morte, de acordo com informações da revista "People".

A revista teve acesso a documentos em que o fabricante de carros "alega que Mr. Walker consciente e voluntariamente assumiu todos os riscos e perigos no que diz respeito ao uso do Carrera GT 2005 em questão, que os riscos e perigos estavam em aberto, eram óbvios e conhecidos por ele, e que ele escolheu conduzir-se de maneira a se expor a tais perigos e riscos, assumindo todos os riscos envolvidos na utilização do veículo. O pressuposto voluntário de Mr. Walker sobre os riscos deve suspender a reparação do reclamante ou, como alternativa, deve reduzir o direito do reclamante a reparação junto a PCNA em uma quantia equivalente a culpa de Mr. Walker".

Em resumo, o documento afirma que o ator sabia dos potenciais riscos que envolvem dirigir ou mesmo andar a bordo de um veículo. Apesar de se referir a Walker como "um conhecedor e sofisticado usuário do Carrera GT 2005", a Porsche também afirma que o carro "foi mal utilizado e armazenado de forma inadequada, e que essa má utilização e armazenamento inadequado causou ou contribuiu para o incidente e para a morte de Mr. Walker".

No processo movido por Meadow a filha de Paul Walker afirma que na verdade uma falta de controle de estabilidade adequada e um cinto de segurança "com defeito " que contribuíram para a morte de seu pai.

Paul Walker, astro da saga "Velozes e furiosos",  morreu em novembro de 2013 após seu amigo, Roger Rodas, que estava dirigindo, perder o controle do veículo resultando em um acidente fatal que matou os dois. A polícia considerou como causa do acidente o excesso de velocidade, dizendo que o motorista estava entre 63 e 71 milhas por hora (de 101 a 114 quilômetros por hora) no momento do acidente.

[ Com informações site EGO e revista People ]

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Ajude a manter o Momento Verdadeiro.

Recomendados para você.