Deu ruim! Rayanne Morais e Douglas Sampaio foram parar na DP.

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Google Street View exibe efeitos da mudança climática na COP21.


Tecnologia - O Google Street View passou a disponibilizar um recurso que permite aos usuários visualizar o impacto provocado pelas mudanças climáticas em lugares de todo o mundo. A iniciativa da gigante das buscas marca o início da 21ª Conferência do Clima da ONU, COP21, realizada em Paris, nesta segunda-feira (30). 

Na ferramenta, é possível encontrar amostras de ecossistemas afetados pelo aquecimento global, que vão de geleiras no norte do Canadá a comunidades isoladas na Amazônia brasileira. 

O que é a COP21?

A COP21 é uma conferência que reúne chefes de estado para debater fenômenos climáticos que afetam todo o mundo. A discussão levantar problemas e apontar soluções, com o estabelecimento de metas e acordos internacionais a serem seguidos pelas nações representadas em Paris como forma de combate ao aquecimento global.

O objetivo particular da COP21 é construir um programa de metas para reduzir a emissão de gases. Essa é uma estratégia para impedir que a temperatura média da Terra suba em mais de 2º Celsius, em relação ao período pré-Revolução Industrial. Na avaliação de cientistas, esse é um limiar perigoso para o equilíbrio da vida.

A COP21 deve durar duas semanas. Com a presença confirmada de delegações de 147 países, trata-se do maior encontro promovido pela ONU fora da sede do órgão, em Nova York. O Brasil será representado no debate pela presidenta Dilma Rousseff.


Como o Google Street View pode ajudar?

Ao expor sinais dos efeitos das mudanças climáticas em diversos ecossistemas, o Google Street View abre uma janela para que organizações apresentem a situação desses ambientes.

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS), assim como outras fundações de todo o mundo, recebeu um Trekker, mochila de mapeamento usada pelo Google Street View, para registrar pedaços da floresta amazônica que se encontram preservados, além de adicionar ao mapa comunidades isoladas e rios que fazem parte da bacia amazônica. A intenção é gerar conteúdo para demonstrar a importância da preservação de florestas tropicais.

Há iniciativas que trazem uma campanha mais direta. Um exemplo é o trabalho do Polar Bears International (PBI), grupo de proteção a ursos polares, que vem mapeando e registrando com um Trekker o desaparecimento de geleiras, no norte do Canadá, habitat natural dos ursos.

Nos Estados Unidos, o Google Street View tem monitorado níveis de vazamento de gás metano em cidades grandes, que têm grandes malhas de tubulações para o combustível. O metano é considerado um dos gases estufa mais nocivos à atmosfera.

Como visualizar as informações no Street View?

Para analisar o trabalho de organizações do mundo todo e verificar os impactos do aquecimento global no planeta, basta acessar o Google Street View normalmente.

Para visualizar o material referente às ações em todo o mundo, o usuário precisa encontrar pontos de interesse, mapeados com o auxílio de instituições de proteção ambiental, como a floresta amazônica e os parques no norte do Canadá. Na página do Street View para a Amazônia, por exemplo, está explicado que o material foi coletado com a ajuda da FAS.

Além de Canadá e Brasil, há lugares como a região central da Califórnia, São Francisco, Los Angeles, Boston e Indianapolis. Em cada lugar, o Google fez parcerias com organizações que cuidam do clima para prestar atenção às necessidades específicas desses locais.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.