Hackers receberam mais de 1 milhão de dólares para desbloquear iPhone.

Para obter ajuda de um grupo de hackers, o FBI gastou mais de US$ 1 milhão. Os profissionais conseguiram desbloquear o iPhone usado pela pessoa responsável pelo tiroteio que deixou dezenas de mortos em San Bernardino, na Califórnia. A informação foi divulgada na última quinta-feira, durante uma conferência, por James Comey, diretor do FBI. O atentado aconteceu em dezembro do ano passado.

O diretor não disse o valor exato, mas revelou que o montante é superior ao que ele receberá antes de deixar o cargo. De acordo com James Comey, o valor foi alto. "Mais do que eu ganharei no período que me resta neste trabalho, que são sete anos e quatro meses". Um diretor do FBI recebe US$ 181.500 anuais, segundo a agência “Efe”. 

Os hackers descobriram uma falha de software e com essa informação os especialistas do FBI desenvolveram um hardware para ter acesso ao iphone. Foi um trabalho complexo por causa do dispositivo de segurança da Apple, se o usuário colocar a senha errada mais de dez vezes, os dados do aparelho são apagados automaticamente. 

A polícia federal americana tomou esta atitude depois da Apple se negar a acessar o aparelho do atirador. Para não atender ao pedido do FBI, a empresa disse que esta ação representaria um risco para os dispositivos, por que teria que realizar alterações no sistema de segurança.

Por Washington Luiz.

Comentários

Naldo Benny pede ajuda para encontrar carro roubado do filho.