Arena Condá recebe os heróis da Chapecoense. #ForçaChape

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

terça-feira, 28 de junho de 2016

PV acusa e Conselho de Ética abre processo contra Bolsonaro.


PV acusa e Conselho de Ética abre processo contra Bolsonaro.
Contra Bolsonaro - Não foi preciso mais de 4 deputados para o presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), instaurar processo contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ).  O parlamentar é acusado, de acordo com uma representação do Partido Verde, de apologia ao crime de tortura.

Acusação -  O parlamentar é alvo de uma representação movida pelo Partido Verde. O partido acusa o parlamentar por apologia ao crime de tortura ao homenagear o coronel Brilhante Ustra durante a sessão da Câmara dos Deputados, em abril deste ano, que aprovou a abertura do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Carlos Alberto Brilhante Ustra, conhecido como coronel Ustra, foi o primeiro militar reconhecido pela Justiça como torturador na ditadura.


PT ou PR - Colegiado terá 90 dias úteis para decidir o futuro do deputado fluminense. O parlamentar que ficará responsável por elaborar parecer a favor ou contra a cassação do mandato de Bolsonaro deve ser do PT ou PR em função dos critérios definidos pelo Código de Ética, que restringe as indicações, excluindo parlamentares que sejam do mesmo partido, bloco ou estado do representado ou aliados.

Imunidade Parlamentar - Bolsonaro citou a imunidade parlamentar, prevista na Constituição Federal, e descarta sofrer sanção por causa da menção ao coronel na sessão do impeachment. O deputado Jair Bolsonaro criticou o Partido Verde. Segundo ele, é um partido que apresenta com frequência denúncias contra "parlamentares que os incomodam".

Edição: Washington Luiz

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.