Ministro afasta Renan da presidência do Senado.

Netflix anuncia 2ª temporada de Luke Cage

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Tentativa de barrar as investigações da Lava Jato.


Operação Lava Jato - A deleção do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado abalou muitos políticos em Brasília. Até o presidente interino Michel Temer teve seu nome citado pelo delator. Além de Temer, os senadores Renan Calheiros, Aécio Neves, Romero Jucá e mais dezenas de parlamentares. Os políticos terão muita coisa para explicar nos próximos dias.

Preso, mas em casa -  Com sua delação homologada pelo STF, Sérgio Machado poderá cumprir a pena em sua casa com piscina e quadra poliesportiva. O ex-presidente da Transpetro usará tornozeleira eletrônica e deverá pagar uma multa de R$ 75 milhões.
Tentativa de barrar as investigações da Lava Jato.

Para barrar Lava Jato - Para Dilma Rousseff, o processo de impeachment que enfrenta é uma tentativa da oposição de barrar as investigações da Lava Jato. "Temos duas situações: fim das investigações sobre corrupção e aplicar, no Brasil, um plano e um programa de governo que não passou pelas urnas e, justamente, porque não passou pelas urnas, eles só podem aplicar utilizando esse mecanismo que é um impeachment fraudulento e golpista”, disse a presidente afastada.

Cassação de Eduardo Cunha - Finalmente o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou o parecer pela cassação do mandato do presidente afastado Eduardo Cunha. O advogado dele, Marcelo Nobre, disse que deve recorrer. A decisão ocorreu depois de ser divulgado que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Cunha ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Ajude a manter o Momento Verdadeiro.

Recomendados para você.