Vídeo de Bolsonaro contra Jean Wyllys é falso, diz polícia.

STF mantém Renan Calheiros na presidência do Senado.

domingo, 20 de novembro de 2016

Polícia critica boatos sobre o caso Ana Clara.


Caso Ana Clara ⇥ Boatos podem dificultar as investigações sobre o desaparecimento da menina Ana Clara Pereira Gonçalves, de 5 anos, em Carmo da Mata (MG), disse o delegado Douglas Camarano de Castro, responsável pela caso. 

O delegado da Polícia Civil fez um apelo para que as pessoas não compartilhem boatos sobre o caso. Segundo Douglas Camarano, "a população deve ignorar e desprezar o que vem sendo divulgado nas redes sociais, porque são muitos boatos infundados que são apenas especulações. Se quiserem confirmar a veracidade de algo, que acompanhem as divulgações feitas pelos meios de comunicação da imprensa, cujas informações são muito mais fidedignas e seguras", diz a mensagem do delegado compartilhada em grupos do WhatsApp.

Em entrevista ao "G1", o delegado explicou que os boatos atrapalham as investigações porque testemunhas ficam receosas de repassar informações que poderiam ajudar a Polícia Civil. Ana Clara desapareceu na tarde do dia 12 de novembro. A menina estava em casa com a mãe, o irmão mais novo e o padrasto. De acordo com a publicação, a investigação do caso ainda não conseguiu encontrar evidências sobre algum possível local onde Ana Clara possa estar.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.