Omissão é um tipo de mentira.

É verdade ⇢ Precisamos mentir? Alguns não aceitam, mas todos mentem. Principalmente quem diz que nunca mentiu, pois a mentira também faz parte da vida. O problema é saber o porquê dela também ser considerada essencial para vida. 

Pense na seguinte situação: um médico sabe que o paciente tem pouca chance de se curar de uma determinada enfermidade. Como ele vai dizer ao seu paciente que não há cura? Que o paciente vai morrer em poucos meses, talvez, em poucos dias? Essa verdade seria frustrante e não iria trazer nenhum benefício para nenhum dos lados. Além disso, causaria um impacto muito negativo para o paciente. Esse é um exemplo para mostrar que dizer apenas a verdade torna a vida inviável. Existem outras situações. 

E não adianta dizer que é omissão. Pois, de acordo com informações do terapeuta analítico-comportamental e mestre em Neurociências e Comportamento pela USP, Arnaldo Cheixas Dias, "a própria omissão é um tipo de mentira pois alguém pode responder negativamente ao ser questionado se vê algum problema nisso ou naquilo; mesmo vendo algum problema a pessoa pode negar a fim de evitar conflitos".

O especialista diz ainda que guardar segredo também é uma modalidade de mentira. Segundo ele, "exige do cérebro a inibição ativa de uma informação verdadeira e exige que a pessoa diga, se questionada, não saber algo que na verdade sabe".

A questão é o tipo de mentira e suas consequências. Existem três tipos de mentira: jocosa, oficiosa e perniciosa. A primeira é aquela que não traz consequências práticas, pois está relacionada a brincadeira. A segunda, tem o objetivo de evitar um problema, uma vez que, a verdade pode agravar uma situação e provocar consequências indesejadas naquele momento. E a terceira, é a mentira que causa danos ao próximo para obter algum benefício. 

Conclusão: O objetivo deste post não é incentivar ninguém a mentir. Nem tampouco dizer que a mentira deve fazer parte do cotidiano das pessoas, mas provocar uma reflexão. Afinal, às vezes, por mais difícil que seja, mentir pode ser necessário.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Naldo Benny pede ajuda para encontrar carro roubado do filho.