Eike Batista já está no território brasileiro.

O empresário Eike Batista, idealizador do mega Porto do Açu, em São João da Barra, já está no território brasileiro. Considerado foragido, ele teve seu nome incluído na lista de procurados da polícia internacional, a Interpol. 

Eike Batista está sendo acusado de corrupção ativa. De acordo com o Ministério Público Federal, o empresário pagou mais de R$50 milhões ao ex-governador Sérgio Cabral.  

O empresário estava em Nova York, segundo ele, em reunião de negócios. Antes de embarcar, Eike Batista concedeu entrevista. Aos repórteres, ele disse que estava voltando para responder à Justiça. "Estou voltando para responder à Justiça, como é meu dever", disse o empresário.

Lauro Jardim, colunista do jornal "O Globo", informou que Eike Batista deve ser levado para um presídio comum por não ter ensino superior. Ainda de acordo com o jornalista, os advogados do empresário tentaram negociar a ida dele para um presídio especial, mas tiveram êxito. 

De acordo com informações do G1, Eike Batista deve desembarcar no Rio de Janeiro por volta das 10h30 da manhã.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.


Comentários

Motorista usa manequim para enganar polícia e acaba no tribunal.