Ex do filho de Carlinhos de Jesus ficou com ex-policial acusado de matar o jovem.

Rio - O julgamento de Miguel Ângelo da Silva Medeiros e André Pedrosa dos Santos, que são acusados do assassinato de Carlos Eduardo Mendes de Jesus, filho de Carlinhos de Jesus, foi reiniciado nesta quinta-feira (16/03). Na quarta-feira, 

A audiência começou com a apresentação de um vídeo com o depoimento de Bruna Florêncio, então namorada do músico. Bruna disse que durante os três meses que esteve separada de Dudu, ficou duas vezes com um dos acusados, o ex-policial Marlon Soares. Ela disse que horas depois de ver dois homens numa moto atirarem contra Dudu, do lado de fora de um pagode em Realengo, Marlon ligou pra ela, de madrugada, para saber se estava tudo bem com ela.

Bruna teve um relacionamento amoroso com o filho de Carlinhos de Jesus por 6 anos. 

De acordo com informações do portal 'G1', Marlon Soares entrou com recurso e teve o processo desmembrado. Ele está preso em Bangu e aguarda o julgamento do mérito do recurso.

Carlinhos de Jesus disse em entrevista ao portal de notícias da Globo que  precisava se preparar psicologicamente para ouvir o que vai ser falado durante os debates entre defesa e acusação. "Vai ser doloroso. Pois hoje vão querer insinuar que meu filho era mulherengo, vão dizer que ele tinha dívida com agiota, que brigava por ciúmes da namorada. Isso tudo é muito ruim de escutar porque não é verdade. É hoje que acontece o debate entre acusação e defesa. Será uma grande batalha, e eu estou aqui para ver isso pela primeira vez, antes, só tinha visto isso em filme."

O coreógrafo disse que julgamento dos sete acusados do crime ainda não tem data para terminar.

Dudu foi assassinado na madrugada do dia 19 de novembro de 2011, em Realengo, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Por: Washington Luiz
Com informações do G1

Comentários

Veja também

Zeca fica com Jeiza e Bibi com Caio.