Lava Jato ➟ Nova fase investiga fraudes na merenda escolar no Rio.

PF cumpre mandado de prisão contra fornecedor de merenda no RJ
Olá pessoal. A Polícia Federal realiza na manhã desta quinta-feira (01/06) mais uma fase da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

Esta fase, denominada de Ratatouille, tem o objetivo de desarticular um esquema criminoso de desvio de recursos destinados ao fornecimento de merenda escolar e alimentação de detentos nos presídios no estado do Rio de Janeiro, tendo como contrapartida o pagamento de propina a autoridades públicas.

A operação é feita em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal. O alvo da ação são duas empresas: Mazan e Milano.

Os agentes cumprem um mandado de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão, expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, 7ª Vara Federal Criminal do Rio, nos bairros da Barra da Tijuca, do centro da cidade, em Ipanema e no Leblon, no município do Rio, e nas cidades de  de Mangaratiba e Duque de Caxias.

As investigações indicam o pagamento de pelo menos R$ 12,5 milhões em vantagens indevidas a autoridades públicas por um empresário do ramo de alimentação que mantinha contratos com o governo do Estado do Rio. Com informações da Agência Brasil.

Comentários

Naldo Benny pede ajuda para encontrar carro roubado do filho.