Roberto Justus e Ticiane Pinheiro anunciaram o fim do casamento de sete anos.

O publicitário Roberto Justus e a apresentadora do Programa da Tarde, da TV Record, Ticiane Pinheiro, fizeram o anuncio sobre o fim do casamento nesta quinta-feira, 30. O relacionamento que termina após sete anos, foi confirmado em um comunicado oficial pela assessoria da apresentadora. Essa união, teve   como fruto a pequena Rafaella Justus, que é uma celebridade mirim com muito carisma e alegria. Mas antes desse anuncio de rompimento, existiu um rumor de que o casal estaria em crise, em março, o jornal carioca "Extra" afirmou que Ticiane estava insatisfeita com o casamento e que a vida íntima do casal havia esfriado.
(foto reprodução de internet)
Porém o casal que sempre foi discreto, no que se dizia a respeito da intimidade, não deu sinal de crise na relação, já que Justus e Ticiane chegaram de mãos dadas ao jantar realizado em comemoração dos 50 anos da apresentadora da TV Globo, Xuxa, que ocorreu terça-feira, 28, em São Paulo. 

Roberto Justus,  foi um dos mestres de cerimônia do evento beneficente, e na ocasião comentou sobre o quadradinho de 8 que Ticiane dançou (Veja aqui) no "Programa da Tarde". "Achei que ela dançou muito bem. Tici é uma mulher brincalhona, não tem maldade. Não achei grotesco nem vulgar", disse Justus. 

--> -->
Ticiane Pinheiro está se separando pela primeira vez, já que só se casou com o publicitário. Já Roberto Justus está no seu quarto divórcio, pois antes de se casar com Ticiane, Justus já havia se casado três vezes. Primeiro com Sasha Crysman, com quem teve dois filhos, Ricardo de 30 anos e Fabiana de 26 anos; depois com Gisela Prochaska, com quem teve uma filha, Luiza de 20anos; o terceiro foi com a apresentadora Adriane Galisteu, com quem não teve filhos. Além de ter tido outros relacionamentos. (*) Colaborou com esta matéria Gelsienny Terra, repórter do Momento Verdadeiro.

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.