Vídeo de Bolsonaro contra Jean Wyllys é falso, diz polícia.

STF mantém Renan Calheiros na presidência do Senado.

domingo, 6 de novembro de 2016

Criança morre com pipoca no pulmão após brincar no pula-pula?


É verdade que uma criança morreu com pipoca e refrigerante no pulmão após brincar no pula-pula? De acordo com um texto que circula pelo WhatsApp, uma criança de 3 anos faleceu com o pulmão cheio de pipoca. "Meninas, aqui queria pedir a vcs um pouco de cuidado com as crianças no pula pula em aniversário  ... ao comer pipoca  ... após pular chamou a mãe e quando ela chegou perto ele a abraçou e morreu em pouco tempo, o pulmão estava cheio de pipoca...".

O texto também faz um alerta: "o médico pediu para as mães tomarem muito cuidado". E termina pedindo para que todas as mães repassem a informação: "fato real vale a pena ter cuidado". Porém, no texto, não há informações sobre o local, quando ocorreu e nem sobre o médico que pediu para alertar.
Claro que está informação pegou muita gente de surpresa e é sempre melhor prevenir. Mas a possibilidade de uma criança morrer com pipoca e refrigerante no pulmão, após brincar no pula-pula, é quase zero. Porque, na garganta, tem uma porta chamada epiglote. Leia a seguir a explicação do otorrinolaringologista Mario Munhoz, da Universidade Federal de São Paulo: "a epiglote se fecha cada vez que você engole, então, esse movimento fecha a porta, tapando a laringe, que dá acesso aos pulmões. Assim, a comida e a bebida só têm um caminho: escorregar pelo esôfago até o estômago". 

Mesmo para crianças que tem problemas de refluxo a possibilidade do alimento parar no pulmão também é quase zero. Em entrevista ao programa Bem Estar, da TV Globo, o pneumologista José Eduardo Afonso, explicou que refluxo é quando o conteúdo do estômago volta para o esôfago, até o meio do tórax ou a garganta. "O problema pode causar engasgo, mas em geral dá somente azia e queimação".


Sobre esse caso da criança que morreu após comer pipoca, beber refrigerante e brincar no pula-pula não encontramos nenhuma ocorrência. Também não há notícia sobre o suposto acontecimento em nenhum jornal ou site. Um caso desses geralmente costuma ser noticiado pela imprensa local. Pesquisando na internet, encontrei notícias sobre mortes no pula-pula, mas nenhuma relacionada a pipoca no pulmão. 

Conclusão: Em se tratando de crianças é sempre bom estar atento para evitar acidentes. Mas essa história de que criança morreu após comer pipoca, tomar refrigerante e brincar no pula-pula é BOATO.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.