É boato: Laudo confirma que Maria Eduarda foi atingida por tiros de AK-47.

Está circulando pelas redes sociais um laudo sobre a morte de Maria Eduarda. 

Segundo o laudo, a menina foi morta por tiros de fuzil AK-47, em Acari, no Rio de Janeiro.

A mensagem já foi compartilhada por vários internautas, porém essa notícia é falsa. 

De acordo com o delegado Fábio Cardoso, da Divisão de Homicídios (DH), até o momento somente o laudo de necropsia está pronto. 

Maria Eduarda morreu na última quinta-feira, dentro de uma escola municipal, em Fazenda Botafogo, Zona Norte do Rio.

Ouça a reportagem completa no vídeo acima.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Naldo Benny pede ajuda para encontrar carro roubado do filho.