Bolsonaro apela para que caminhoneiros não façam greve

Imagem
O presidente Jair Bolsonaro apelou hoje (27) aos caminhoneiros para que não façam greve. "Reconhecemos o valor dos caminhoneiros para a economia do Brasil. Apelamos para eles que não façam greve porque todos nós vamos perder, todos, sem exceção. Agora, a solução não é fácil, estamos buscando uma maneira de não ter mais este reajuste", disse, após reunião no Ministério da Economia. Ontem (26), a Petrobras reajustou o preço médio do diesel nas refinarias em 4,4% e há especulações sobre uma greve de caminhoneiros que aconteceria na próxima segunda-feira (1º). “A Petrobras segue uma planilha, tem a ver com preço do petróleo lá fora, tem a ver com variação do dólar. Ontem foi boa notícia, o dólar baixou R$ 0,20. Estamos estudando medidas, agora, não tenho como dar uma resposta de como diminuir impacto, que, na verdade, foram nove centavos no preço do diesel”, disse, ressaltando que não interfere na política de preços da empresa. De acordo com o presidente, está em estudo a diminui

Graciele Ugolini isenta o marido do crime do menino Bernardo.

Caso Bernardo Boldrini - Graciele Ugolini, madrasta do menino Bernardo, de 11 anos, prestou um novo depoimento a polícia. A enfermeira teria confessado ter dado medicamentos que resultaram na morte da criança. O advogado dela, Vanderlei Pompeo de Mattos, não confirmou a confissão, mas disse que ela isentou o marido, o médico Leandro Boldrini, de participação na morte do menino.

O depoimento de Graciele começou após as 10h30, horário em que os três delegados responsáveis pelo caso chegaram ao presídio, e foi encerrado por volta das 13h. Este era o depoimento mais esperado pela Polícia Civil, considerado fundamental antes do encerramento do inquérito. De acordo com informações do portal de notícias da Globo (G1), a delegada responsável pelo caso, Caroline Virginia Bamberg, ainda não se manifestou sobre o depoimento.

Segundo a publicação, o advogado Demetryus Eugenio Grapiglia, que representa outra suspeita do crime, a assistente social Edelvania Wirganovicz, disse que leu o depoimento dado por Graciele: "A madrasta teria feito uso de uma supermedicação para o menino Bernardo e ele veio a óbito em função dessa superdosagem. E quando percebeu que o menino tinha morrido, ela pressionou a Edelvania para que ajudasse a ocultar o cadáver. Ela ratificou que minha cliente não teve participação no crime de homicídio, minha cliente só teve participação na ocultação de cadáver", afirmou a defesa da assistente social. 

Receba nossas atualizações pelo Facebook  e  Twitter

Além da madrasta e do pai, também está presa temporariamente por suspeita de participação na morte de Bernardo a assistente social Edelvania Wirganovicz, amiga da mulher. O menino foi encontrado morto em um matagal em Frederico Westphalen, no noroeste do estado, a cerca de 80 km de Três Passos, onde morava com a família. Com informações do G1.

Comentários

  1. É LOGICO ALGUÉM TÊM QUE GANHAR MILHÕES DOS VAIDOSOS DE PLANTÃO PARA PAGAR ONORÁRIOS CARISSIMOS PARA OS ADVOGADOS TIRAREM A ASSASINA DA CANA NEH BANDIDO...VOCÊS PODEM PASSAR EM BRANCO NA JUSTIÇA DO NOSSO PAIS ACOLHEDOR DE CRIMINOSOS MAIS A JUSTIÇA DIVINA...AHHH ESSA VCS VÃO ARDER POR UMA BOA ETERNIDADE.... AH SE VÃO .

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?